Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

«Igreja precisa de seguidores radicais»

António Couto, bispo de Lamego e presidente da Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização
A entrega total de São Paulo ao anúncio do Evangelho serviu de mote à intervenção do bispo de Lamego, no Curso de Missiologia que está a decorrer em Fátima. O prelado afirma que não é preciso novidade na evangelização, mas sim fidelidade a Cristo.

O presidente da Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização e bispo de Lamego, António Couto, foi um dos oradores no Curso de Missiologia, que termina sábado, 1 de setembro, no Seminário da Consolata. Falou de São Paulo como modelo de missionário e, no final, pediu mais seguidores radicais de Jesus Cristo.

FÁTIMA MISSIONÁRIA- Que imagem de São Paulo transmitiu aos participantes do curso?
António Couto- Tentei mostrar a figura de Paulo como um seguidor radical de Jesus Cristo. Falei essencialmente da metodologia missionária que desenvolveu, muito personalizada, a tempo inteiro, com total dedicação. Paulo nunca fez nada, nem enquanto judeu, nem d…

Filme «Dos homens e dos Deuses» impressiona alunos do Curso de Missiologia

Imagem
O prestigiado The New York Times definiu-o numa frase: «Talvez o melhor filme de sempre sobre o compromisso cristão». A película relata o martírio de sete monges, assassinados por um grupo terrorista.

Baseado numa história real, o filme “Dos Homens e dos Deuses” (2010), do realizador francês Xavier Beauvois, vencedor de vários prémios entre os quais o do Festival de Cannes, conta a história de uma pequena comunidade de monges contemplativos (cistercences) do mosteiro de Tibhirine (Argelia) que sofreu em maio de 1996 a violência do martírio por parte de um grupo terrorista islâmico que os sequestrou e posteriormente os assassinou. Foi o martírio de sete monges dessa comunidade a juntar à de muitos milhares de tantos outros religiosos, missionários e homens de boa vontade de ontem, de hoje e de sempre.

O impacto do filme nos participantes do Curso de Missiologia, que está a decorrer em Fátima, foi grande. O contexto era propício: foi passado na noite do dia (29 de agosto) em que D. Ant…

«A missão é ir e vir»

Curso de Missiologia prepara leigos, estudantes e religiosos para as missões. A FÁTIMA MISSIONÁRIA foi ouvir os participantes para saber o que motivou a sua inscrição e o que esperam da ação de formação.

Estudantes, religiosos e leigos estão juntos em Fátima no Curso de Missiologia. Uns já tiveram uma experiência missionária e procuram aprofundar conhecimentos através da formação para partir de novo. Outros fizeram a sua inscrição porque dentro de pouco tempo vão atravessar a fronteira para entrar em contacto com outros povos e com uma cultura diferente. É o caso de Maria Campos e Adelino Serra.

«Estou a preparar-me para partir, daí minha presença aqui», explica Maria Campos, da congregação Escravas da Santíssima Eucaristia da Mãe de Deus. A religiosa, 40 anos, pretende adquirir «um bocadinho mais de formação teológica» e está a achar o curso «interessante sobretudo no fundamento histórico da missão e também a nível cultural». Por isso, destaca a «importância da inculturação do missio…

«Laicado sente-se parte ativa da Igreja»

A forte participação de leigos no Curso de Missiologia, que decorre em Fátima, é vista como um sinal de que o laicado está a redescobrir a riqueza do batismo e a sentir a dimensão missionária da Igreja.

O esforço dos Institutos Religiosos para tornar visível o rosto missionário da Igreja parece estar a dar frutos. Essa é a conclusão a que chega o presidente dos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG), o padre Alberto Silva, perante o índice de participação de leigos no Curso de Missiologia, que está a decorrer no Seminário dos Missionários da Consolata, em Fátima, até sábado, 1 de setembro.

«A fé aumenta-se e gera vida quando se dá». Neste sentido, a adesão de leigos à ação de formação teológica, é sinal de que «o laicado se sente parte ativa da Igreja e um indício que o batismo impele a ir mais além», disse o sacerdote à FÁTIMA MISSIONÁRIA, formulando o desejo que este dinamismo se estenda às celebrações do Ano da Fé, dos 50 anos do Concílio e ao Sínodo dos Bispos.

«Devemos todos…

Curso de Missiologia atrai mulheres e leigos

Imagem
A ação de formação que começou esta segunda-feira registou um aumento de inscrições femininas e de leigos. Objetivo é dotar os participantes de bases de Teologia missionária.

O "rosto" dos participantes no Curso de Missiologia, que se iniciou esta segunda-feira, no Seminário dos Missionários da Consolata, em Fátima, «é cada vez mais feminino, multicultural e laical», disse à FÁTIMA MISSIONÁRIA o coordenador da ação de formação, padre Albino Brás. Dos 68 inscritos, 46 são mulheres e 38 são leigos. Até sábado, vão aprender ou reforçar os conhecimentos teológicos da missão, através de comunicações e testemunhos elaborados com base na Bíblia, história, espiritualidade e metodologia.

«Um dos problemas dos cristãos de hoje, por vezes, é o excesso de voluntarismo. Mas não basta ter vontade de ir para a missão, é necessário estar preparado e este curso dá uma formação genérica» para quem deseja participar nas atividades missionárias, seja como religioso, ou como leigo, explica Albi…