terça-feira, 28 de agosto de 2012

Curso de Missiologia atrai mulheres e leigos

A ação de formação que começou esta segunda-feira registou um aumento de inscrições femininas e de leigos. Objetivo é dotar os participantes de bases de Teologia missionária.

O "rosto" dos participantes no Curso de Missiologia, que se iniciou esta segunda-feira, no Seminário dos Missionários da Consolata, em Fátima, «é cada vez mais feminino, multicultural e laical», disse à FÁTIMA MISSIONÁRIA o coordenador da ação de formação, padre Albino Brás. Dos 68 inscritos, 46 são mulheres e 38 são leigos. Até sábado, vão aprender ou reforçar os conhecimentos teológicos da missão, através de comunicações e testemunhos elaborados com base na Bíblia, história, espiritualidade e metodologia.

«Um dos problemas dos cristãos de hoje, por vezes, é o excesso de voluntarismo. Mas não basta ter vontade de ir para a missão, é necessário estar preparado e este curso dá uma formação genérica» para quem deseja participar nas atividades missionárias, seja como religioso, ou como leigo, explica Albino Brás. Neste sentido, entre os vários temas a desenvolver, estão exemplos concretos da prática missionária atual, relacionados com a inculturação e o diálogo inter-religioso.

Para o missionário da Consolata, só é pena continuar a verificar-se a ausência de padres diocesanos nesta atividade formativa, tendo em conta que a ação missionária faz cada vez mais sentido também na Europa. «A missão continua a ser o parente pobre da Igreja», lamenta Albino Brás, sublinhando a necessidade de ser lançado um desafio «sério» às dioceses, aos párocos e aos paroquianos para uma maior consciencialização da dimensão missionária.

«Se um sacerdote não tem bases para fazer animação missionária nas paróquias, dificilmente surgirão novas vocações», afirma Albino Brás, acrescentando que a Igreja «deve sentir-se mais responsável pela dimensão missionária» e ultrapassar a ideia de que esta área está entregue apenas aos institutos religiosos. O curso resulta de uma parceria entre os Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG) e as Obras Missionárias Pontifícias.

Francisco Pedro in www.fatimamissionaria.pt